Pessoas com diabetes não devem descuidar dos índices glicêmicos durante as festas de Final de Ano

Os tradicionais cardápios das ceias de Natal e Réveillon estão recheados de tentações calóricas e manter uma dieta equilibrada durante as tradicionais confraternizações do mês de dezembro é fundamental, principalmente para as pessoas com diabetes. Saber dosar o cardápio permite aproveitar as festas sem restrições e alterações nos índices de glicemia.

Por isso, a Dra. Tarissa Petry, endocrinologista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, lembra que o exagero no consumo de carboidratos ingeridos nas refeições é o que altera os níveis de açúcar no sangue de quem sofre com a doença. Quem convive com a diabetes não pode esquecer de fazer boas escolhas do que vai comer, mesmo nos dias de festa.

Já Tarcila Campos, nutricionista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes, alerta que o portador da enfermidade deve evitar o jejum prolongado e deve manter uma rotina mínima de exercícios mesmo neste período do ano. “Ficar sem comer não dá o direito ao paciente de ingerir uma quantidade maior de comida na hora da festa, por exemplo. É importante não pular as refeições, começar o dia com um bom café da manhã e manter hidratação adequada ao longo do dia”, pontua.

Quem tem diabetes pode e deve curtir as festas como qualquer outra pessoa, porém é preciso ficar atento às dicas das especialistas:

  • Não esquecer de medir regularmente os níveis de açúcar no sangue;
  • Não pular refeições ou ficar longos períodos em jejum;
  • Evitar o consumo de bebida alcóolica, se for consumir faça uso junto com a refeição e monitore a glicemia antes, durante e depois;
  • Praticar atividade física, mesmo durante o feriado de Natal e Réveillon;
  • Na hora das ceias, escolha carnes brancas e magras acompanhadas de saladas ricas em folhas.

A nutricionista aponta ainda que os benefícios de alguns alimentos tradicionais desta época do ano podem fazer parte do cardápio de Natal e Réveillon de quem tem diabetes:

Peru e Chester: ambas são carnes magras, com baixo teor de gordura e excelente fonte de proteína.

Lentilha: rica em fibras, importante para o bom funcionamento do intestino.

Noz: rica em magnésio, fósforo, zinco, niacina e outras vitaminas do complexo B e E. Cuidado apenas com a quantidade, pois são extremamente calóricas.

Avelãs: ricas principalmente em cálcio, assim como as nozes, castanhas e amêndoas, as avelãs têm alto teor de ácidos graxos monoinsaturados que atuam na prevenção de algumas doenças coronarianas.

Cereja: fruta de baixa caloria, sendo uma ótima opção para aperitivo, principalmente para pessoas compulsivas por doce. Além disso, é uma boa fonte de vitamina C, vitamina A, potássio e fibra solúvel, sendo benéfica na redução do colesterol.

Damasco Seco: são mais nutritivos do que os frescos ou enlatados e isentos de gordura.

Data: 24/12/2019
Fonte: MAIS SANTOS